Pesquisar este blog

quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

A Semana-rede


Esta semana parece ser o marco cronológico de uma nova era.

Jimmy Wales, o criador da Wikipedia, anuncia a criação de um novo motor de pesquisa, o Wikia Search (http://re.search.wikia.com), que também está baseado na idéia de software colaborativo, embora o wikia.com, como se vê da designação final, tenha objetivo de lucro, ao contrário da Wikipedia.

A Google dá o troco e anuncia a criação de uma enciclopédia on line que irá se chamar Knol – contração de knowledge e on line. Segundo informações colhidas na rede, a Knol pretende remunerar aos autores dos verbetes, que não serão anônimos, para marcar bem a diferença da enciclopédia livre de Jimmy Walles.

Completando a semana-rede, Bill Gates confirma sua aposentadoria em meado deste ano e anuncia a segunda era digital, a era da conectividade – outros preferem conectabilidade. Seu afastamento é bem significativo dessa nova era, pois toda a fama e o dinheiro da Microsoft foram gerados a partir da idéia do pc, ou seja, o computador pessoal, que consagrava a individualidade como primado.

A Google superou a Microsoft como valor de marca, o que explica toda essa corrida pelas chamadas redes sociais virtuais. Entramos na era do common, da espinoseana multidão, do deleuzeano rizoma, em detrimento das idéias tradicionais de coletivos, como povo, público, classe.

Entram em declínio também o pessoal, o individual, o privado. O Comum transversaliza o público e o privado. O terceiro setor com maior potencial de articulação em rede que o setor público e o privado, tem energia para engolir no futuro o Estado e a Empresa.

Não é à toa que Bill Gates se aposenta para se dedicar à sua fundação, não sem antes destinar 30 bilhões de dólares de sua fortuna pessoal a ela. Warren Buffett, dono da cadeia Wall Mart, também um dos homens mais ricos do mundo, fez o mesmo e destinou 44 bilhões de dólares à mesma fundação. Esse fundo common já começa com um orçamento superior à maioria dos países do globo – 9,2 do PIB brasileiro.

Acho que já podemos cogitar, sim, que esta semana seja, de fato, o marco zero de uma nova era digital e política, a era do lugar-comum (tópos koinós) pós-aristotélico, do general intellect de Marx nos Grundrisse der Kritik Politischen Ökonomie.

( Sobre a rede o e o juiz confira em: http://pepe-ponto-rede.blogspot.com/2007_06_01_archive.html )

Um comentário:

AMATRA XVIII disse...

Parabéns pelo post e pelo blog. Caso queira conhecer o blog da AMATRA 18, fica aqui o convite. Basta seguir o link http://amatraxviii.blogspot.com .
Um abraço,

Kleber Waki